NOVO LOTE DE ENCOMENDAS - Telescópios e montagens estarão em pré-venda, a partir do dia 20 de Novembro a 20 de dezembro, para formarmos um lote de pedidos. Mais informações sobre o sistema de pré-venda, clique aqui.

PROMOÇÃO - Selecionamos alguns filtros da Optolong para oferecer um desconto de 7%. Compras com pagamento à vista ainda obtém um desconto extra de 5%.

Como fotografar uma chuva de meteóros

Fotografar meteóros é relativamente fácil! A melhor maneira de fotografar uma chuva de meteóros é com uma lente rápida, grande angular acoplada em uma câmera DSLR montada em um tripé, com um cabo de disparo do obturador céus limpos e escuros. 
 

chuva de meteóros

A Coisa Certa A Fazer

Fotografar meteóros é um pouco diferente de astrofotos do céu noturno ou capturar imagens de auroras boreiais porque, ao contrário da Via Láctea ou as Luzes do Norte (Aurora Boreal), um meteóro típico só brilha por uma fração de segundo. Exposições mais longas não vai ajudá-lo a capturar esses flashes rápidos. Mesmo meteóros moderadamente brilhantes com magnitude 2 ou similar ainda serão mal registrados quando fotografados com uma lente de zoom standard f/3.5 que comumente vem com as câmeras DSLR. Para registrar a maioria dos meteóros vistos a olho nu, você definitivamente vai precisar usar uma lente rápida, grande angular, a exemplo: uma lente 18mm f/2 e um alto valor de ISO (800 ou mais).

Isso não quer dizer que você não consega nada com uma câmera digital comum. A maioria das câmeras de bolso não possuem lentes fotograficamente "rápidas", tais como as que estão disponível nas câmeras DSLR. Mas se a sua câmera de bolso atende a esses requisitos, então tente usá-la para este fim! Mesmo uma lente mais “lenta” ainda conseguirá capturar os meteóros mais brilhantes, e quem sabe até os mais fracos. Dois recursos de que você precisa, com certeza, no entanto, são disparo sequencial (muitas vezes uma configuração na câmera que se parece com três retângulos sobrepostos) e a capacidade de manter o obturador aberto por mais de alguns segundos.

Sistema de rastreamento não é necessário para a fotografia de meteóros porque até 30 segundos de exposição com uma lente grande angular não causa rastro nas estrelas. Ainda assim, montar sua câmera numa montagem de rastreamento permitirá que você combine todos as suas capturas de meteóros em um único composto, que é como os especialistas criam imagens profundas com dezenas de meteóros.


Fotografando o Maior Rastro

Parte do fascínio por chuva de meteóros é sua transitoriedade, mas isso também significa que você não pode prever onde qualquer meteóro aparecerá. De fato muitos fotógrafos de meteóros bem sucedidos, usam mais de uma câmera, direcionando cada uma para um local diferente do céu, tudo para garantir que eles não perca "um dos grandes."

Se você apontar para o radiante (ponto no céu onde todos os meteóros surgem), você irá capturar principalmente rastros curtos e ocasionalmente a frete de meteóros que aparecem como uma estrela oscilando brilho de dentro para fora. Mas os melhores rastros de meteóros são também vistos frequentemente em torno de 90º longe do radiante, onde eles aparecem como longos rastros ou multiplos flashes. O rastro mais raro de ocorrer pode permanecer por alguns segundos. O truque é apontar a câmera e então a deixar lá! Resista a tentação de correr atrás de meteóros em todo o céu.

Para aumentar suas chances de fotografar meteóros, escolha um local escuro longe das luzes da cidade. Um lugar assim só facilitará seu trabalho durante a noite. Céus limpos e boa sorte!

Publicado por Israel Mussi

Produtos relacionados com este assunto

R$ 0,00
Comprar
R$ 0,00
Comprar

0 Comentar para "Como fotografar uma chuva de meteóros"

Escreva um comentário

Seu Nome:


Digite o código da caixa abaixo:

Seu Comentário:
Nota: HTML não está traduzida!