Processando Imagens de Banda Estreita

Os métodos padrões de processamento, tais como expandir, filtragem, etc., ainda permanecem para as imagens de banda estreita assim como para as imagem regulares. O primeiro fator no processamento de imagens de banda estreita é decidir qual canal de cor atribuir para cada filtro e ajustar adequadamente os canais para atingir uma cor desejada, o que é algo subjetivo, devido ao fato que são imagens de cores falsas. O método abaixo assume o uso de um programa de processamento de imagens de CCD, como Maxim DL.

 

COMBINAÇÃO DE CORES

Para uma típica nebulosa de emissão, você pode alcançar uma aproximação das cores verdadeiras por combiná-las usando o método HOS (H-alpha = vermelho, OIII = verde e SII = Azul). Isto é devido ao fato de que em cores verdadeiras, nebulosas de emissão são primariamente vermelhas. Por atribuir a imagem H-alpha - a qual é a imagem com mais brilho - ao canal vermelho, a nebulosa aparecerá mais em tom avermelhado. Cada canal é normalmente ajustado em igual (1:1:1), a menos que a câmera CCD seja particularmente defeituosa numa parte do espectro da luz. Por exemplo, a SBIG ST-2000XM é menos sensível em vermelho do que em verde e azul, então deverá ser ajustado em (2:1:1). De qualquer jeito, o balanço é normalmente o mesmo àquele que você usaria em suas imagens RGB.


Muitas imagens parecem espetaculares quando usado o método SHO (Paleta de Cores do Hubble). Neste método, a imagem H-alpha é atribuida ao canal verde, então o verde será a cor dominante. Na maioria das CCD’s, o balanço (1:1:1) usualmente será bem mais para o verde, ficando num pico de QE de 60%. Um balanço de cores nas proporções de (2:1:2 ou 1:0.5:1) é usualmente mais recomendado. Outra vez tendo como exemplo a câmera SBIG ST-2000XM, a qual é menos sensível em H-alpha, provavelmente terá um bom resultado usado o equilíbrio de cores (1:1:1) do método SHO.

Certamente nebulosas que não são brilhantes em H-alpha, como as nebulosas planetárias, podem ficar bem interessantes em outras várias combinações de cores. O método HOO, que usa o filtro OIII para os canais verde e azul, simula bem as cores verdadeiras padrão e trabalha muito bem em certas nebulosas de emissão.

 

EXEMPLOS

 

nebulosa m27 em cores falsas HOS
M27 usando método HOS em proporção de 1:1:1


 

nebulosa m27 em cores falsa SHO
M27 usando método SHO em proporção de 1:0.5:1


 

m27 em cores falsas método HOO
M27 usando método HOS em proporção de 1:1:1. Este método aproxima bem das cores verdadeiras


 

 

Publicado por Israel Mussi

Produtos relacionados com este assunto

0 Comentar para "Processando Imagens de Banda Estreita"

Escreva um comentário

Seu Nome:


Digite o código da caixa abaixo:

Seu Comentário:
Nota: HTML não está traduzida!