Eventos Celestes Visíveis em Outubro 2015

No final das madrugadas de outubro de 2015, os planetas Vênus, Marte e Júpiter e a estrela Regulus (Alpha Leonis) irão dar o show celeste antes do amanhecer.
Entre os dias 8, 9 e 10 de outubro, a Lua com luz cinérea irá abrilhantar o espetáculo.
Nos dias 17 e 18 de outubro os planetas Marte e Júpiter estarão muito próximos em distância angular.
No dia 18 de outubro tem início o horário de verão em parte do Brasil.

 

A esperada chuva de meteoros Orionídeas tem o seu pico no dia 21 de outubro, não é uma das maiores chuvas de meteoros, mas sem a Lua no céu as condições são favoráveis neste ano.
No dia seguinte, os planetas Júpiter, Vênus e Marte começam a fazer o show celeste que será visível a olho nu no céu por dias. Os planetas estarão muito próximos em distância angular, se revezando nesta proximidade na “dança dos planetas”.

No final do mês, a partir do dia 25 de outubro, Júpiter passa por Vênus, logo depois passa Marte.
Saturno está começando a se despedir do céu do noitecer, no dia 30 e novembro de 2015, Saturno estará em conjunção.
O cometa C/2013 US10 (Catalina) ainda não pode ser observado a olho nu, mas pode ser observado com binóculos, luneta ou telescópio. O cometa também poderá ser fotografado com um simples máquina, modificando alguns ajustes.

 

OS HORÁRIOS ESTÃO NA HORA DE BRASILIA
DIA 18 DE OUTUBRO TEM INÍCIO O HORÁRIO DE VERÃO !

 

1 de outubro – Quinta-Feira.
Conjunção celeste de Vênus, Marte, Júpiter e das estrelas Regulus (Alpha Leonis) e Subra (Omicron Leonis) na constelação de Leão.
O brilhante planeta Vênus (Mag -4,1) nasce por volta das 4 da madrugada muito próximo em distância angular da estrela Subra (Omicron Leonis).
A estrela Regulus e o planeta Marte nascem por volta das 5 da madrugada e o brilhante planeta Júpiter nasce logo após junto com os primeiros raios do Sol. 

 

 
A Lua nasce na última hora do dia, 78% iluminada.

 

2 de outubro – Sexta-Feira.
No final da madrugada a Lua estará muito próxima em distância angular da brilhante estrela vermelha Aldebaram (Alpha Tauri) na constelação de Touro.
Descrição da constelação: Por estar bem próxima da constelação de Orion a constelação do Touro é de fácil localização. A estrela avermelhada, Aldebaran e a forma característica da "cabeça" não deixam dúvida, as estrelas Aldebaram e Ain simbolizam os olhos do touro.

 

3 de outubro – Sábado.
Lua na máxima declinação norte, 18.1º

 

4 de outubro – Domingo.
Lua em fase minguante às 18:07.

 

8 de outubro – Quinta-Feira.
Começa o show da Lua, com luz cinérea, passando pela constelação de Leão.

 

lua na constelação de leão

 
A Lua estará próxima em distância angular da estrela Subra (Omicron Leonis),com magnitude +3,5. Abaixo estará o brilhante planeta Vênus (Mag -4,1) e a estrela Regulus (Alpha Leonis) com magnitude +1,3.
Os planetas Marte (Mag +1,9) e Júpiter (Mag -1,3) nascem por volta das 5 da madrugada.

 

9 de outubro – Sexta-Feira.
No final da madrugada, a Lua com luz cinérea estará entre os planetas Vênus e Marte, abaixo estará o planeta Júpiter.

 

lua entre os planetas vênus e marte

 

10 de outubro – Sábado.
A Lua com luz cinérea se despede da conjunção. A Lua estará abaixo de Marte e Júpiter, sendo visível a partir das 04:44 da madrugada. 
Ao anoitecer aproveite para caçar o cometa C/2013 US10 (Catalina). O cometa não é visível a olho nu, mas pode ser observado com binóculo, luneta ou telescópio na constelação do Centauro. O cometa está visível até às 19:40.
Atualmente o cometa Catalina está a somente uma magnitude acima da visão do olho humano (Mag +6) e pelas previsões poderá ser isto a olho nu no final das madrugadas de fim de ano !

 

cometa C/2013 US10 - Catalina

 
Aproveite o início da noite para observar Saturno (Mag +0,7). Outubro é o último mês favorável para a observação do “Senhor dos Anéis”.
No dia 30 e novembro de 2015, Saturno estará em conjunção.

 

11 de outubro – Domingo.
Com muita dificuldade, será possível observar com o horizonte leste livre de obstáculos a Lua muito próxima do planeta Mercúrio (Mag +0,8). Visível antes do nascer do Sol.
A Lua estará no apogeu, distante 406.388 km.
Ao anoitecer observe o planeta Saturno na constelação de Libra, mas muito próximo da bela constelação de Escorpião.

 

12 de outubro – Segunda-Feira.
Urano (Mag +6,0) estará em oposição na constelação de Peixes.
É a melhor época para observar com binóculos, lunetas ou telescópios o distante planeta azul que está distante da Terra neste dia 2,8 bilhões de km.
Devido à sua distância, ela só vai aparecer como um ponto azul pequeno, até nos mais potentes telescópios amadores.
Urano está ao lado do famoso Quadrilátero de Pégaso, constituído das estrelas Markak, Scheat, Algenib e Alpheratz. A estrela Alpheratz pertence a constelação de Andrômeda. 

 

planeta urano observado em binóculos

Lua Nova às 21:06.

 

15 de outubro – Quinta-Feira.
Lua iluminada 7% e com luz cinérea estará na constelação de Libra, próxima do planeta Saturno, visível ao anoitecer até às 20 horas.

 

16 de outubro – Sexta-Feira. 
Mercúrio (Mag -0.3) em máxima elongação. O astro estará distante 18º  do Sol.
É uma ótima oportunidade de observar o menor planeta do sistema solar antes do amanhecer.
Mercúrio nasce a leste por volta das 05:20 da madrugada.

 

planeta mercúrio visível ao amanhecer

 
Ao anoitecer, a Lua com luz cinérea e iluminada somente 13% estará próxima em distância angular do planeta Saturno. O espetáculo é breve e será visível até às 20:30.  Saturno com magnitude +0,7 está se despedindo do céu do anoitecer.
Aproveite para observar com binóculo, luneta ou telescópio o cometa C/2013 US10 (Catalina).
O cometa está na constelação do Centauro, a 7º da brilhante estrela Menkent (Theta Centauri), com magnitude +2. Pelas previsões, o cometa estará com magnitude +5.
O cometa estará visível por um breve período, do anoitecer até às 19:30.

 

17 de outubro – Sábado.
Marte muito próximo do brilhante planeta Júpiter, visível a partir das 4 da madrugada com o horizonte leste livre de obstáculos.
O brilhante planeta Vênus estará acima e Mercúrio estará abaixo, visível a partir das 05:30 da madrugada.
A noite a lua com luz cinérea estará ao lado da estela binária Sabik (Eta Ophiuchi) na constelação de Ofiúco, uma das 13 constelações zodiacais. Sabik tem magnitude +2,4.
Aproveite para observar neste final de semana o cometa Catalina com binóculos, luneta ou telescópio. É a última oportunidade para ver o cometa antes do periélio e livre do forte brilho lunar.

 

18 de outubro – Domingo  (Início do Horário de Verão).
O horário de verão de 2015 terá a duração de 126 dias.
A Lua com luz cinérea e iluminada 30% estará neste dia estará na linda constelação de Sagitário.
Neste dia a Lua estará em máxima declinação sul, -18.2º.

 

20 de outubro – Terça-Feira.
Lua em fase Crescente às 18:32 na constelação de Sagitário.

 

21 de outubro – Quarta-Feira.
Máxima atividade da chuva de meteoros Orionídeas, na constelação de Orion, onde está localizada as famosas estrelas Três Marias (Mintaka, Alnilan e Alnitak). 
As Três Marias é o nome popular que é dado ao conjunto de 3 estrelas que formam o Cinturão de Órion.
A chuva está ativa de 2 de outubro até 7 de novembro, com o pico de atividade no dia 21 de outubro. A taxa horária prevista pela International Meteor Organization (IMO) é de 15 meteoros hora neste ano.
A observação em 2015 está favorável. Quando a constelação de Orion nascer a leste por volta da meia noite, a Lua estará quase se pondo a oeste.

 

chuva de meteóros orionídeas

 
Esta chuva de meteoros moderada está associada a passagem da Terra pela órbita do cometa 1P/Halley, um dos cometas mais conhecidos, a última passagem do Halley aconteceu em 1986. 
Este cometa periódico dá lugar a outra chuva de meteoros de atividade moderada, denominada Eta Aquáridas, que ocorre em cada ano no mês de Maio.
Os meteoros Orionídeas e Eta Aquáridas irão cruzar o céu a 66 Km/s ou 237.600 km/h.
A Orionídeas pode ser observada a olho nu de qualquer lugar no Brasil. É aconselhável que as pessoas se afastem dos centros urbanos devido à grande poluição luminosa, isto dificulta na observação de qualquer chuva de meteoros.
Nos anos de 2006 a 2009, a chuva de meteoros Orionídeas surpreendeu a comunidade astronômica, chegando a um taxa horária de até 70 meteoros/hora. 
 

 

22 de outubro – Quinta-Feira.
Vênus, Júpiter e Marte fazem um lindo alinhamento celeste. Visível a leste a partir das 5 da madrugada.
Os astros já estarão distantes em distância angular da estrela Regulus (Alpha Leonis) na “dança dos planetas”.

 

23 de outubro – Sexta-Feira.
O alinhamento celeste de Vênus (Mag -4,0), Marte (Mag +1,9)  e Júpiter (Mag -1,3) continua na “dança dos planetas”.

 

 

24 de outubro – Sábado.

No final da madrugada, Vênus, Marte e Júpiter continuam a fazer o triângulo celeste.
  

 

25 de outubro – Domingo.
A Lua, 96% iluminada estará muito próxima em distância angular do planeta Urano.
Urano não é visível a olho nu e em cidades, somente pode ser observado a olho nu em locais remotos e em noites sem Lua ou nuvens.
A Lua estará nascendo a direita do famoso Quadrilátero de Pégaso.
No momento que a Lua se por a oeste, os planetas Vênus, Júpiter e Marte nascem a leste, formando um lindo triângulo celeste, visível a partir das 04:30 da madrugada.

 

26 de outubro – Segunda-Feira.
Lua no perigeu. A Lua estará distante 358.463 km da Terra.

 

27 de outubro – Terça-Feira.
Lua Cheia às 11:05.

 

29 de outubro – Quinta-Feira.
A Lua nasce na última hora do dia na linda constelação de Touro e muito próxima em distância angular da estrela vermelha Aldebaran (Alpha Tauri) na constelação de Touro.

 

lua nasce na constelação de touro

 

31 de outubro – Sábado.
Neste dia era descoberto em 2013  o cometa C/2013 US10 (Catalina).
Este cometa já está visível com instrumentos óticos e poderá surpreender no final do ano!
Se confirmado as previsões, no final das madrugadas do final de ano, o cometa Catalina poderá ser observado a olho nu.
No final da madrugada, Vênus estará acima de Marte e Júpiter estará acima. É a última  conjunção planetária do mês de outubro.
Em novembro,  a conjunção continua, mas Vênus estará a cada dia mais distante de Marte e Júpiter em distância angular, na “dança dos planetas”.

 

estrelas ao amanhecer

 
A Lua nasce na última hora do mês de outubro na constelação de Gêmeos, entre as pernas dos gêmeos e próximo em distância angular da estrela Alhena (Gamma Geminorum).

 

lua na constelação de gêmeos

 
A Lua neste dia estará na máxima declinação norte, 18.3º.

 

BOAS OBSERVÇÕES!

 

 

Publicado por Israel Mussi

Produtos relacionados com este assunto

1 Comentar para "Eventos Celestes Visíveis em Outubro 2015"

André Em 07 Nov 2015
Continuem com esta sequência de posts! Por favor, façam o de novembro deste ano. Abraço! Responder este comentário

Escreva um comentário

Seu Nome:


Digite o código da caixa abaixo:

Seu Comentário:
Nota: HTML não está traduzida!