A partir do dia 01 de maio de 2017 até às 23:59hs do dia 30 de maio de 2017, a Loja Tellescópio Acessórios estará realizando uma promoção relâmpago. Será concedido um desconto de até 25% nas câmeras CCD, CMOS e alguns acessórios que levam as marcas QHYCCD e ZWO Optical. Clique aqui e saiba mais!

 

Eventos Celestes Visíveis em Julho 2015

O inverno começou e os eventos celestes do mês de julho de 2015 estão sendo aguardado ansiosamente pela comunidade astronômica e astronáutica.
Teremos duas luas cheias este mês, a chamada Lua azul ou Blue Moon, mas a bela Lua Cheia é nociva para as observações astronômicas e o nosso satélite natural não irá ficar azul!

 

Lua azul

 

O mês começa com os planetas Vênus e Júpiter muito próximos em distância angular, visível ao anoitecer.
Após o periélio do dia 6 de julho, o cometa C/2014 Q1 (PanSTARRS) poderá ser observado com lunetas e telescópios e na melhor das expectativas a olho nu, ao anoitecer das noites de inverno.


 

cometa PanSTARRS
Cometa C / 2014 Q1 (PanSTARRS) logo após a descoberta. Crédito: Efrain Morales Rivera

 
 

Todos os planetas visíveis a olho nu poderão ser vistos a olho nu em julho de 2015.
No dia 16, os planetas Mercúrio e Marte estarão muito próximos em distância angular, visíveis com o horizonte leste livre de obstáculos antes do amanhecer. Os astros estarão separados por somente 0,15º.

Assim como a Lua, os planetas Mercúrio e Vênus também possuem fases. As fases de Mercúrio podem ser observadas através de um simples telescópio.
No dia 18,  irá acontecer novamente a conjunção de Vênus, Júpiter e Lua, fazendo no céu um lindo triângulo celeste. A Lua estará próxima em distância angular de Vênus e o cometa C/2014 Q1 (PanSTARRS) poderá abrilhantar o espetáculo.
No final da terceira semana de julho, o cometa estará passando da constelação de Câncer para a constelação de Leão, brilhando provavelmente na 7º magnitude, ou na possibilidade de chegar a 5º magnitude, no limite do olho humano em locais sem poluição luminosa, mas as expectativas até o momento estão favoráveis para a observação do cometa C/2014 Q1 (PanSTARRS).
No último final de semana se julho, a Lua estará ao lado do planeta Saturno.
Nas últimas noite do mês, o céu será riscado por vários meteoros em três chuvas de meteoros distintas (Piscis Austrinids, Shouthern delta Aquariids e Alpha Capricornids. Infelizmente nesse ano a Lua irá atrapalhar a observação dessas chuvas, já que estará muito iluminada.


A astronáutica também estará em evidência no mês de julho.
A nave não tripulada Progress M-28M será lançada rumo a Estação Espacial Internacional (ISS) na sexta-feira, dia, levando suprimentos a bordo. 
O cargueiro espacial leva quase três toneladas de suprimentos para a ISS, entre alimentos, combustíveis e materiais. 
Depois de três fracassos recentes em lançamentos espaciais, este lançamento é muito aguardado depois da falha no lançamento da nave Progress M-27M em 28 de abril de 2015.
No dia 14 de julho de 2015, a sonda News Horizons irá passar próxima do planeta anão Plutão e de sua grande lua, Caronte.
A nave demorou quase 10 anos para passar pelo planeta anão, Na época do lançamento, Plutão ainda era considerado um planeta. A sonda foi lançada em 19 de janeiro de 2006.
As primeiras observações de Plutão, mesmo que ainda à muita distância, iniciaram-se em 15 de janeiro de 2015
A News Horizons será a quinta sonda a deixar o Sistema Solar, indo em direção à heliosfera. A sonda é segunda nave mais veloz da história de exploração espacial. 

 

nave soyuz



No dia 22 de julho a nave Soyuz TMA-17M será lançada rumo a ISS, levando três astronautas. A bordo da ISS, estão aguardando os novos companheiros três astronautas, entre eles Scott Kelly e Mikhail Kornienko, que irão ficar quase um ano no espaço.


TODOS OS HORÁRIOS ESTÃO NA HORA DE BRASÍLIA.


1 de julho – quarta-feira.
No final da madrugada o planeta Mercúrio (Mag -0.1) estará a 10º  de  distância angular da estrela Aldebaran (Alpha Tauri) com magnitude +0,8  na constelação de Touro. Mercúrio nasce a leste por volta das 5:30 da madrugada, junto com os primeiros raios de Sol. É necessário ter o horizonte leste livre de obstáculos para observar o menor planeta do sistema solar.
Do lado direito de Mercúrio estará nascendo a bela constelação de Orion, onde estão as famosas estrelas 3 Marias (Mintaka, Alnilam, Alnitak). 

 

planeta vênus brilhante no céu

 

Os brilhantes planetas Vênus (Mag +4,1) e Júpiter (Mag -1,3) estarão muito próximos em distância angular ao anoitecer. Depois da conjunção no dia anterior, os astros ainda estarão bem próximos, separados por somente 0,33º em distância angular. Os planetas ainda  cabem dentro do círculo da Lua.
Lua Cheia às 23:20 na constelação de Sagitário.
Lua em máxima declinação sul, a -18.5º.

 

5 de julho – domingo.
Lua na constelação de Aquário no perigeu (mais próxima da Terra), distante 367.093 km.
A Lua neste da estará próxima do planeta Netuno (mag +7.8), não visível a olho nu.

 

6 de julho – segunda-feira.
Terra no afélio (Mais distante do Sol), nosso planeta estará a 152,1 milhões de km do Sol ou 1.01 u.a.

 

sistema solar

 

O cometa C/2014 Q1 (PanSTARRS) alcança o periélio a 0.31 UA do Sol ou 46 milhões de km do Sol com a velocidade de 67,8 km/s ou 244.080 km/h. O cometa poderá ser observado logo após o por do Sol a partir do meio do mês de julho de 2015.

 

8 de julho – quarta-feira.
Lua minguante às 17:24.

 

9 de julho – quinta-feira.
A Lua nasce na primeira hora do dia muito próxima do planeta Urano (Mag +6,1) que está na constelação de Peixes.
A Lua estará ao lado do famoso “Quadrilátero de Pégaso”.
Urano dificilmente por ser observado a olho nu. É necessário estar com um céu sem nenhuma Poluição Luminosa para observar Urano a olho nu.
Visto de luneta ou telescópio é um lindo pontinho azul na imensidão do universo.

 

Planeta urano observado por telescópio

 


12 de julho – domingo.

No final da madrugada, a Lua com luz cinérea estará muito próxima da brilhante estrela vermelha variável Aldebaran (Alpha Tauri) na constelação de Touro, com magnitude atual de 0,8. Ao lado esquerdo da Lua estará o belo aglomerado estrelar das Plêiades (M 45), popularmente conhecido com sete estrelos.
Vênus estará muito brilhante ao anoitecer, com magnitude -4,5, ao lado do brilhante planeta Júpiter.

 

14 de julho – terça-feira. 
Lua na máxima declinação norte, 18,4º.
A sonda News Horizons passa pelo planeta anão Plutão e sua principal lua, Caronte rumo ao espaço infinito.

 

15 de julho – quarta-feira.
Mercúrio e Marte próximos em distância angular, visíveis antes do amanhecer na bela constelação de Gêmeos. É a última chance de ver Mercúrio antes da conjunção superior com o Sol.
Lua Nova às 22:25. Início da lunação 1145.

 

16 de julho – quinta-feira.
Mercúrio (mag -1,3) e Marte (Mag +1,8)  muito próximos em distância angular, visíveis com o horizonte leste livre de obstáculos antes do amanhecer. Os astros estarão separados por somente 0,15º, mas Marte estará com difícil observação.

 

17 de julho – sexta-feira.
Lua com luz cinérea, iluminada somente 3% estará abaixo dos brilhantes planetas Vênus e Júpiter. A Lua estará visível em um breve momento no horizonte oeste, logo após o por do Sol.

 

18 de julho – sábado.
A Lua com luz cinérea, iluminada somente 7% estará próxima de Vênus (Mag -4,2) e Júpiter (mag -1,3).
As pessoas que residem em locais sem Poluição Luminosa (PL)  poderão ver no céu uma cruz celeste, formada também com a estrela múltipla Regulus na constelação de Leão.
Neste final de semana vai começar a “caça” ao cometa de longo período C/2014 Q1 (PanSTARRS). Será uma oportunidade única de fotografar e observar este cometa, sua órbita de 36.617 anos.
Será o melhor final de semana para observar o cometa pois a Lua não estará tão brilhante no céu.

 

cometa panstarrs localização


 

19 de julho – domingo.
Marte (mag +1,9) está a leste, nascendo por volta das 6:20 da manhã na constelação de Gêmeos. É necessário ter o horizonte leste livre de obstáculos. 
A Lua 13% iluminada e com luz cinérea se despede da conjunção, agora Vênus, Júpiter e a estrela Regulus (Alpha Leonis) fazem um lindo triângulo celeste ao anoitecer.
Aproveite para observar o cometa C/2014 Q1 (PanSTARRS).

 

20 de julho – segunda-feira.
Máxima aproximação do cometa C/2014 Q1 (PanSTARRS), chegando a 1.18 AU ou 176 milhões de km da Terra.  O cometa neste dia estará a 6,3º em distância angular de Júpiter.
Talvez seja observado a olho nu em locais sem poluição luminosa.

 

21 de julho – terça-feira.
Lua no apogeu, mais distante da Terra, distante 404.836 km.
A Lua iluminada 28%, estará próxima em distância angular da estrela Porrima (Gamma Virginis) na constelação de Virgem.

 

lua iluminada 28%


 

23 de julho – quinta-feira.
Lua 47% iluminada ao lado da estrela binária Spica (Alpha Virginis), na constelação de Virgem.
É a estrela representada na bandeira do Brasil acima da inscrição ORDEM E PROGRESSO. 
A brilhante estrela representa o estado do Pará na nossa bandeira.
Cometa C/2014 Q1 (PanSTARRS) a 5º à esquerda de Vênus. O brilhante planeta Vênus, com magnitude -4 está estacionário no céu na constelação de Leão.
Mercúrio em conjunção superior (atrás do Sol), não visível.

 

24 de julho – sexta-feira.
Lua em fase crescente às 1:05 da madrugada.
Ao nascer após o meio dia, a Lua estará na constelação de Libra.
A noite a Lua estará próxima da estrela Zubenelgenubi (Alpha Librae), uma das estrelas que compõem o quadrilátero de Libra.

 

25 de julho – sábado.
Lua dentro do quadrilátero de Libra.
A Lua 67% iluminada nasce acima do planeta Saturno (Mag +0,6) que também está na constelação de Libra, mas muito próximo da constelação de Escorpião. 
A Lua estará distante de Saturno 5,5º em distância angular.

 

26 de julho – domingo.
No último domingo do mês, a Lua 76% iluminada nasce abaixo do planeta Saturno. O nosso satélite natural estará na constelação de Escorpião e Saturno na constelação de Libra.
A Lua também estará próxima da estrela Acrab e da gigante estrela vermelha Antares, ambas da constelação de  Escorpião. A estrela Acrab simboliza uma das “garras” e a estrela vermelha  Antares simboliza o “coração” do Escorpião.
O planeta Urano (Mag +6,1) estará estacionário na constelação de Peixes.

 

Caption


 

28 de julho – terça-feira.
Lua na máxima declinação sul, a -18,3º.
A Lua estará passando pela constelação de Sagitário, uma região rica em aglomerados estrelares.

 

30 de julho – quinta-feira.
Na última hora do dia, a Lua estará muito próxima da estrela binária Dabih (Beta Capricorni) na constelação de Capricórnio. Na hora seguinte, em alguns locais do Brasil será possível ver a Lua ocultando a estrela. A estrela está muito próxima da eclíptica e pode ser ocultada pela Lua e por planetas. A Lua estará 98% iluminada e irá dificultar a observação a olho nu.
A estrela é binária, visível até com um binóculo a sua separação.

 



31 de julho – sexta-feira.
Lua Cheia às 7:43. É a segunda Lua cheia do mês ou Lua Azul
A Lua Azul irá abrilhantar a última noite de julho de 2015.
A “Lua Azul” estará na constelação de Aquário e nasce logo após o por do Sol.
Neste momento a oeste, os planetas brilhantes planetas Vênus e Júpiter e a estrela Regulus (Alpha Leonis) estarão se despedindo do céu do entardecer. Os astros voltarão a ficar visíveis no céu do final da madrugada. Em outubro de 2015, os astros irão novamente dar o show, agora com a presença de Mercúrio.
Saturno continua na constelação de Libra, mas muito próximo da estrela Acrab (Beta Scorpii), a estrela que representa uma das garras do escorpião.


Boas observações nas noites estreladas das férias de julho.

Publicado por Israel Mussi

0 Comentar para "Eventos Celestes Visíveis em Julho 2015"

Escreva um comentário

Seu Nome:


Digite o código da caixa abaixo:

Seu Comentário:
Nota: HTML não está traduzida!