A partir do dia 01 de maio de 2017 até às 23:59hs do dia 30 de maio de 2017, a Loja Tellescópio Acessórios estará realizando uma promoção relâmpago. Será concedido um desconto de até 25% nas câmeras CCD, CMOS e alguns acessórios que levam as marcas QHYCCD e ZWO Optical. Clique aqui e saiba mais!

 

Eventos Celestes Visíveis em Abril 2016

Abril é sempre um grande mês para a astronomia.
Neste mês é celebrado o Mês Global da Astronomia ou Global Astronomy Month (GAM), onde astrônomos amadores do mundo todo levam seus equipamentos para praças, escolas, shoppings e onde estiver um grande público.
É uma iniciativa dos Astronomers Without Borders (Astrônomos Sem Fronteiras) para difundir a astronomia pelo mundo, sendo a maior celebração global da astronomia.

 
Nos primeiros dias do mês, será possível observar em locais sem Poluição Luminosa (PL) a linda Luz Zodiacal (LZ). Os melhores dias são quando a Lua não está no céu.

 
No dia 12 de abril é celebrado a Yuri’s Night. Neste dia o primeiro humano, Yuri Gagarin foi para o espaço em 1961 (55 anos), a bordo da nave Vostok 1.
Grandes eventos astronômicos irão acontecer a partir de meados de abril.
A partir do dia 17 de abril, irá acontecer a com a conjunção de Júpiter com a Lua.
No domingo, 24 de abril, a Lua irá formar um triângulo celeste com Marte e Saturno. O espetáculo de Marte, Saturno e da Lua se repete no dia 25 de abril.

 

TODOS OS HORÁRIOS SEGUEM A HORA DE BRASÍLIA.

 

1 de abril – Sexta-feira.
Um dia histórico para a astronáutica do Brasil. 
10 anos atrás, o astronauta Marcos Pontes entrou na Estação Espacial Internacional (ISS) onde ficou por 7 dias.
Quem não se recorda da histórica imagem do astronauta Marcos Pontes entrando com a bandeira do Brasil na mão e flutuando na Estação Espacial Internacional.
Marcos Pontes foi autorizado pelo comandante da missão Soyuz TMA-8, Pavel Vinogradov.
Pavel falou para Marcos ir primeiro, mas o astronauta brasileiro reticente por causa do protocolo ele falou que não poderia ir.
Pavel falou que não era o Marcos que estava entrando na ISS, e sim o Brasil. E ninguém tem o direito de ir na frente de uma nação. Então Marcos entrou na ISS segurando a bandeira do Brasil.


 

2 de abril – Sábado.
Lua com luz cinérea, iluminada 32%, próxima em distância angular da estrela binária Dabih (Beta Capricorni), com magnitude +3,0.
Por estar próxima da eclíptica, Dabih pode ser ocultada pela Lua, e também (raramente) por planetas. O espetáculo é visível a partir da 01:00 da madrugada.
Aproveite para observar a Luz Zodiacal no final da madrugada.
O fenômeno da Luz Zodiacal é causado pela luz solar refletida em "micro-poeira" interplanetária no plano do Sistema Solar. 
São partículas que possuem dimensões da ordem de 1 a 350 mícrons, e são provenientes de detritos de cometas e micrometeoróides, que possivelmente são originários da formação do Sistema Solar. 
Para observar a Luz Zodiacal, escolha uma noite escura, sem a Lua no céu, com céu limpo e longe de Poluição Luminosa (PL), com boa vista do horizonte. 
E cerca de 1 a 2 horas após o pôr do Sol, ou antes do nascer do Sol. Olhe para o oeste após o por do Sol e para o leste antes do nascer do Sol.
A maioria das pessoas em cidades nunca viu a Luz Zodiacal (L.Z.) porque seu brilho é muito fraco. Um céu extremamente escuro e sem Lua é necessário.
Marte passa da constelação de Escorpião para a constelação de Ofiúco, na “Dança dos Planetas”.

 

3 de abril – Domingo.
Observe a linda Luz Zodiacal.
A Lua estará iluminada 22% e com luz cinérea.

 

6 de abril – Quarta-feira.
Conjunção da Lua com luz cinérea com o planeta Vênus (Mag -3,9).
A Lua estará iluminada somente 1% e o brilhante planeta Vênus estará quase totalmente iluminado, 96%.

 

 

7 de abril – Quinta-feira.
Lua Nova às 08:24.
Lua no perigeu (mais próxima da Terra) às 15 horas.
O nosso satélite natural estrará a 357.163 km da Terra. 
Neste dia é esperada fortes Marés de Sizígia por causa da Lua Nova no perigeu.

 

9 de abril – Sábado.
Lua com luz cinérea no anoitecer, iluminada 8% e próxima do Aglomerado das Plêiades (M 45).
Por volta das 19:30 horas, a Lua estará se pondo a oeste.

 
O planeta Urano estará em conjunção com o Sol.
Urano somente pode ser observado a olho nu em locais sem lua e sem nenhuma poluição luminosa. No final do mês de maio, Urano (Mag +5,9) volta a ser observado antes do amanhecer.

 

10 de abril – Domingo
A Lua com luz cinérea, iluminada 16%, estará muito próxima em distância angular da estrela vermelha Aldebaran (Alpha Tauri), com magnitude +0,8 e da estrela gigante laranja Ain (Episilon Tauri), com magnitude +3,5.
A Lua também estará próxima do aglomerado das Híades
Híades é o enxame estelar aberto (ou aglomerado estelar aberto) mais próximo do Sistema Solar, distante 151 anos-luz. 
As estrelas mais brilhantes deste aglomerado aberto podem ser vistas a olho nu na constelação do Touro A dica astronômica será fazer astrofotografias por causa das diferentes cores das estrelas.

 

12 de abril – Terça-feira.
Lua entre as pernas dos gêmeos na constelação de Gêmeos.
A estrela mais brilhante em cima da Lua é estrela Alhena (Gamma Geminorum) com magnitude 1,9, somente perdendo em brilho para as trelas que representam as cabeças dos gêmeos na constelação, Castor e Pollux.
É o último dia favorável para observação da luz cinérea, a Lua estará iluminada 36% na Yuri’s Night, uma noite que celebra a ida do primeiro humano ao espaço, Yuri Gagarin a bordo da nave Vostok 1.

 

 

14 de abril – Quinta-feira.
No início da madrugada, a Lua entra em Fase Crescente às 00:59, neste momento a Lua já baixou no horizonte.
A Lua a noite estará próxima do aglomerado do Presépio (M 44) na constelação de Câncer.
O aglomerado do Presépio tem magnitude +3,1 e pode ser observado a olho nu em locais sem poluição luminosa.

 

 

16 de abril – Sábado.
Lua em conjunção com a estrela múltipla Regulus (Alpha Leonis) na constelação de Leão.
Duas estrelas do sistema múltiplo de Regulus podem ser observadas com lunetas e telescópios.
A brilhante estrela Regulus, com magnitude +1,3 era uma das estrelas “guardiãs do céu” na antiguidade.
Nesta noite especial poderá ser observada a Grande Mancha Vermelha e a lua Io saindo da ocultação de Júpiter no início da noite de sábado. Nesta noite, as 4 luas galileanas estarão visíveis.

 


A Lua em fase crescente, estará iluminada 76%. 
Vênus começa a se despedir do céu da madrugada, ficando a cada dia mais baixo no céu no final da madrugada. No dia 6 de junho, Vênus entra em conjunção superior (Terra-Sol-Vênus).

 

17 de abril – Domingo.
Observe o planeta Mercúrio (Mag +0.9), visível a olho nu ao anoitecer, a oeste.
É necessário ter o horizonte oeste livre, pois Mercúrio se põe a oeste às 18:40.

 
A Lua, iluminada 84% estará próxima em distância angular do brilhante planeta Júpiter (Mag -2,3). Os astros estarão distantes 2,2º em distância angular.

 

A conjunção da Lua e de Júpiter poderá ser observada até o início da madrugada de segunda-feira.
Quem possuir uma luneta ou telescópio poderá observar no início da noite a lua Ganimedes sendo ocultada por Júpiter. No início da noite, a lua Ganimedes irá ser ocultada, por volta das 22 horas, a lua Ganimedes volta a ficar visível.
Aproveite para observar os planetas Marte (Mag -1,0) e Saturno (Mag +0,2), os astros surgem a leste por volta das 20 horas. Apesar de parecer estar na constelação de Escorpião, os planetas estão na constelação de Ofiúco.

 

18 de abril – Segunda-feira.
Planeta Mercúrio na maior elongação, 20º do Sol, visível ao anoitecer.
Aproveite para observar o menor planeta no Sistema Solar, que é um pontinho no céu.

 

20 de abril – Quarta-feira
Lua próxima em distância angular da estrela binária Spica (Alpha Virginis), com magnitude +0.9 e uma das estrelas mais brilhantes do céu.
Planeta Marte estará a 7,2º em distância angular de Saturno, visíveis a leste a partir das 21 horas. 
Os planetas estarão na constelação de Ofíuco, uma das 13 Constelações Zodiacais, próximos da constelação de Escorpião.
Aproveite para observar com lunetas e telescópios as estrelas binárias Sabik (Eta Opohiuchi) e Acrab (Beta Scorpii) que estão próximas em distância angular de Marte e Saturno.

 

Caption

 

21 de abril – Quinta-feira.
Lua Cheia às 2:24, visível no céu na constelação de Virgem, acima da estrela Spica (Alpha Virginis), se pondo a oeste.
Vênus começa a se despedir do céu da madrugada, o brilhante planeta está visível a leste, ficando a cada dia mais baixo no céu no próximos finais de madrugada de abril. No dia 6 de junho, Vênus entra em conjunção superior (Terra-Sol-Vênus).
Lua no apogeu (mais distante da Terra), distante 406.351 km. Aproveite para tirar astrofotografias para comparar com a Super Lua Cheia no Perigeu, que irá acontecer em outubro de 2016.

 

Chuva de meteoros Liríadas (constelação de Lira).
Por causa da Lua Cheia, a observação desta chuva de meteoros estará prejudicada. 
A constelação de Lira é visível ao Norte a partir da meia noite. 
Na constelação de Lira está a brilhante estrela Vega (Alpha Lyrae), a quinta mais brilhante do céu noturno. A taxa esperada é de 18 meteoros/hora.
No anoitecer de sexta-feira, A Lua nasce abaixo da estrela Spica (Alpha Virginis).
O brilhante planeta Júpiter (Mag -2,3) estará fazendo um triângulo celeste com as estrelas mais brilhantes da constelação de Leão, Regulus (Alpha Leonis) e Denebola (Beta Leonis).

 
A lua de Júpiter, Io será ocultada nesta noite e a Grande Mancha Vermelha (GMV) estará visível no início da noite para quem possuir uma luneta ou telescópio.

 

23 de abril – Sábado.
A Lua nasce a leste, por volta das 19:30, próxima em distância angular da estrela Zuben Elakrab (Gamma Librae). A estrela é a menos brilhante do quadrilátero de Libra, com magnitude +3,9.
Em alguns locais do Brasil a estrela Zuben Elakrab será ocultada, mas este espetáculo somente poderá ser observado com binóculos, lunetas ou telescópios por causa do forte brilho lunar.
A ocultação da estrela irá acontecer antes das 23 horas, com a estrela reaparecendo no início da madrugada.
O famoso "Quadrilátero de Libra", formado pelas estrelas Zubenelgenubi (Mag+2,7), Zubeneschamali (Mag +2,6), Brachium (Mag +3,2) e pela pouco brilhante estrela Zuben Elakrab (Mag +3,9).

 
Nesta noite que possuir luneta ou telescópio, poderá observar a ocultação em Júpiter da luas Io ! A GMV também estará visível !
Talvez observe algum meteoro da chuva Alpha-Escorpideas, com baixa taxa, de 5 meteoros hora, mas a Lua interfere na observação desta chuva de meteoros.

 

24 de abril – Domingo 
Triangulo celeste da Lua com Marte (Mag-1,3), Saturno (Mag +0.2) e a estrela vermelha Antares (Alpha Scorpii).
Visível a partir das 21 horas.

 
Os planetas Marte, Saturno estarão na constelação de Ofíuco.
A Lua, 92% iluminada, estará passando da constelação de Escorpião para a constelação de Ofíuco, uma das 13 constelações zodiacais.
Júpiter novamente dá o show, no final da tarde, a lua Io sai do eclipse em Júpiter.Na última hora do dia, a lua Ganimedes é ocultada e depois a Grande Mancha Vermelha (GMV) fica visível. No início da madrugada, a lua Ganimedes volta a ficar visível. Este espetáculo no maior planeta do Sistema Solar somente pode ser observado com lunetas e telescópios.
A linda constelação de Escorpião irã abrilhantar o espetáculo.


 

25 de abril – Segunda-feira.
Lua, Marte e Saturno fazem um triângulo celeste na constelação de Ofíuco.
A Lua estará iluminada 86%, e estará próxima em distância angular da estrela binária Sabik (Eta Ophiuhci), com magnitude +2,4.

 
Marte (Mag -0,4) estará próximo em distância angular da estrela binária Acrab (Mag +2,6), a estrela simboliza uma das garras do escorpião e representa na bandeira do Brasil o estado do Maranhão (MA).
Próximo de Marte em distância angular estará a estrela Antares (Alpha Scorpii), uma brilhante estrela gigante vermelha com magnitude +1,0 que na bandeira do Brasil simboliza o Piaui.
O nome ´Antares´ significa ´Anti Ares ou Rival de Marte´, a rivalidade entre os dois objetos avermelhados do céu, que são frequentemente confundidos.
Antares na bandeira do Brasil representa o estado do Piauí.

A constelação de escorpião é uma das mais fáceis de identificar no céu por causa do seu formato parecido com o aracnídeo.
A brilhante estrela Antares era considerada na antiguidade uma das estrelas “guardiãs do céu" pelos persas. Antares e Escorpião já eram identificados no céu pelos antigos gregos, egípcios e persas.
A constelação de Escorpião está representada no lado direito da bandeira do Brasil com 8 estrelas, lembrando sempre que as constelações da bandeira do Brasil aparecem invertidas em relação ao céu.
Todas as estrelas representadas na constelação de Escorpião na bandeira nacional, representam os estados do nordeste do Brasil, sendo a constelação representada com mais estrelas na bandeira do Brasil.
Somente o estado da Bahia da região nordeste não está representado na constelação de Escorpião da Bandeira do Brasil, a Bahia está representada na constelação do Cruzeiro do Sul, ao lado da constelação de Escorpião na bandeira nacional.

Os aglomerados M 6 (Aglomerado da Borboleta) e M 7 (Aglomerado de Ptolomeu) estão na constelação de Escorpião, próximos do famoso ferrão, representados pelas estrelas Shaula (λ Sco / Lambda Scorpii) e Lesath (υ Sco / Upsilon Scorpii).
Os aglomerados M 6 (Mag +4,2) e M 7 (Mag +3,3) podem ser observados a olho nu, em locais sem poluição luminosa.
Outro aglomerado bem interessante é C 76 ou NCG 6231, um aglomerado estrelar aberto conhecido como "Caixa de Jóias do Norte" que está muito próximo em distância angular da estrela Grafias (ζ Sco / Zeta Scorpii), com magnitude +3,6. 
A magnitude aparente do aglomerado C 76 é de somente +2,6, podendo ser bem observado a olho nu, como uma névoa no céu noturno.

 

30 de abril – Sábado.
Lua em quarto minguante ou fase minguante às 00:29.
Neste momento, a Lua estará nascendo a leste na constelação de Capricórnio.
Vênus se despede do céu dos finais de madrugada. No dia 6 de junho, Vênus entra em conjunção superior (Terra-Sol-Vênus).
Marte volta para a constelação de Escorpião na “Dança Dos Planetas” Até o final do mês de maio, Marte irá ficar na constelação de Escorpião.


Boas observações nas noites de outono no hemisfério sul.

Publicado por Israel Mussi

Produtos relacionados com este assunto

2 Comentar para "Eventos Celestes Visíveis em Abril 2016"

Renata Em 25 Apr 2016
Hj eu prestigiei esse acontesimento no ceu pude ver marte antares e saturno lindo maravilhoso Responder este comentário
Bianca Em 25 Apr 2016
Mto bom e útil. Obrigada :) Responder este comentário

Escreva um comentário

Seu Nome:


Digite o código da caixa abaixo:

Seu Comentário:
Nota: HTML não está traduzida!