INFORMATIVO - Com o dólar mais estabilizado atualmente,  informamos que já retornamos com as encomendas das câmeras e acessórios das marcas QHYCCD e ZWO Optical normalmente.


Black Friday - Faremos exclusivamente no dia 23 de novembro uma promoção de Black Friday, informamos que apenas alguns itens selecionados estarão cadastrados na promoção. 

Eventos Celestes Visíveis em Setembro 2016

No primeiro dia de setembro a África observa um Eclipse Solar Anular que não será visível no  Brasil.
Mercúrio se despede do céu do anoitecer no início do mês de setembro, terminando o espetáculo dos 5 planetas visíveis a olho nú. Mercúrio entra em conjunção inferior no dia 12 de setembro. O show celeste dos 5 planetas volta a acontecer a olho nú em julho de 2018, com os 5 planetas visíveis novamente no anoitecer.

Na segunda semana de setembro, Júpiter se despede do céu do anoitecer, entrando em conjunção superior no dia 26 de setembro.
A Luz Zodiacal (LZ) abrilhanta o início do mês de setembro. Infelizmente este espetáculo celeste não pode ser observado nas cidades.
Quem possuir uma luneta ou telescópio com mais de 150 mm de diâmetro poderá observar o planeta Netuno (Mag +7,8) que está em Oposição no dia 2 de setembro de 2016, sendo o melhor momento para a observação do último planeta do Sistema Solar.
A Lua cinérea abrilhanta os anoitecer no início do mês de setembro, visível até no feriado de 7 de setembro.

Nos dias 8 e 9 de setembro a Lua dá o show no céu com Marte, Saturno, Lua e a estrela Antares (Alpha Scorpii) 
No final do dia 8 de setembro quem possuir uma luneta ou telescópio poderá observar o X Lunar, com a Lua visível se pondo em cima do horizonte. 
A olho nú poderá ser observado um triângulo celeste da Lua, Saturno, Marte e Antares.
Na sexta-feira, 9 de setembro a Lua faz um Cruzeiro Celeste no zênite ao anoitecer com os planetas Marte, Saturno e a estrela vermelha Antares (Alpha Scorpii).

 

No dia 22 é o Equinócio da Primavera no hemisfério sul e de Outono no hemisfério norte às 11:21hs no horário de Brasília. É o dia para observar o nascer e por do Sol que irá nascer exatamente a leste e se por exatamente no oeste.
No final do mês de setembro é o melhor momento para observar Mercúrio.
No nascer do dia 29 de setembro, a Lua com luz cinérea, iluminada somente 2% oculta Mercúrio no momento que estiver nascendo no horizonte.
Vai ser muito difícil a observação deste último fenômeno celeste de setembro de 2016 nas cidades.

 

TODOS OS HORÁRIOS SEGUEM A HORA DE BRASÍLIA.

 

1º de Setembro – Quinta-feira. 
Eclipse Solar Anulal - Não visível no Brasil !

 

 

O Eclipse Solar Anular, inicia no meio do Oceano Atlântico e passando pelo sul da África (abaixo da linha do Equador) e pela ilha de Madagascar, terminando no Oceano Índico. O ponto máximo do Eclipse Anular será na Tanzânia.
A Lua entra em Fase Nova às 06:03hs.

 

Aproveite esta época sem a Lua no céu para observar o fenômeno da Luz Zodiacal.
Na época de primavera no hemisfério sul a Luz Zodiacal é melhor visualizado após o anoitecer. 
A Luz Zodiacal também é conhecida como "Falso Anoitecer" ou "Falso Amanhecer".

 

Foto ESO

 
 

2 a 7 de setembro
Lua com Luz Cinérea.

 

 
Lua Cinérea observada da Estação Espacial Internacional (ISS).

 

2 de setembro - Sexta-feira.
Acontece o triângulo celeste de Mercúrio, Júpiter e da Lua com luz cinérea no anoitecer.
A Lua 2% iluminada estará próxima de Júpiter. 
Os astros estarão bem baixos no céu, se despedindo do céu do anoitecer, sendo necessário o horizonte oeste livre de obstáculos.

 

 

Netuno em Oposição.
Apesar de não ser visível a olho nú, é o melhor momento para observar com telescópios de grande abertura o último planeta do Sistema Solar que neste momento está na constelação de Aquário com magnitude +7,8.

 

 
Aproveite esta época sem a Lua no céu para observar o fenômeno da Luz Zodiacal.

 

3 de setembro - Sábado. 
Termina neste final de semana o show dos 5 planetas visíveis a olho nú, com Mercúrio se despedindo do céu do anoitecer.
A Lua com luz cinérea, iluminada 6% faz um triângulo celeste com os brilhantes planetas Vênus e Júpiter, terminando o espetáculo dos 5 planetas visíveis no anoitecer. 

 

 


4 de setembro – Domingo.
Lua iluminada 11% e com luz cinérea estará a 5,5º da estrela Spica (Alpha Virginis), visível no anoitecer até às 20:30 horas.
Termina o espetáculo dos 5 planetas visíveis a olho nú.

 

 


6 de setembro - Terça-feira.
O astronauta norte-americano Jeffrey Williams (Jeff Williams) retorna do espaço, totalizando 534 dias em órbita, sendo o astronauta norte americano com mais dias no espaço em 4 missões espaciais, sendo 3 missões de longa permanência na Estação Espacial Internacional (ISS) e 1 de curto prazo no ônibus espacial.

 

7 de setembro – Quarta-Feira.
Termina o espetáculo da Lua com Luz Cinérea.
A Lua estará iluminada 35% na constelação de Libra, formado por 4 estrelas principais em um formato de Quadrilátero.

 

 

8 de setembro – Quinta-feira.
Triângulo celeste da Lua, Marte, Saturno e Antares.

 

 

No final da madrugada a NASA lança a missão OSIRIS REx (Origins, Spectral Interpretation, Resource Identification, Security, Regolith Explorer)  rumo ao asteróide 101955 Bennu de meio km de diâmetro.
A Lua estará iluminada 44% , próxima do planeta Saturno. Os astros estarão distantes 3,5º.
Marte (Mag -0,1), Saturno (Mag +0,5), a estrela vermelha Antares (Alha Scorpii) e Lua fazem um triângulo celeste na constelação de Ofiúco, uma das 13 constelações zodiacais.
Antares brilha com magnitude +1,0 (quanto mais positiva, menos brilhante é o astro, quanto mais negativa, mais brilhante é o astro).
Será possível observar o X Lunar com lunetas e telescópios, sendo a última oportunidade boa de observação neste ano. No dia 6 de novembro a Lua estará baixa no céu noturno.
O X Lunar é uma pareidolia formada na Lua por várias crateras Blanchinus, La Caille, Purbach a ao lado está a famosa cratera Werner.

 

 
O próximo X Lunar de noite irá acontecer em 6 de novembro de 2016, com a Lua também baixando no horizonte oeste.

 

9 de setembro – Sexta-feira.
A Lua entra em fase crescente as 08:49hs da manhã, nascendo no céu na hora do almoço.

 

 

Noite do Cruzeiro no zênite!
Marte, Saturno, a estrela vermelha Antares (Alpha Scorpii) e a Lua fazem um Cruzeiro Celeste no anoitecer acima da cabeça do observador.
A Lua estará iluminada 54%, abrilhantando o evento astronômico do final de semana.

 

 

 

12 de setembro – Segunda-feira.
Mercúrio em Conjunção inferior (Sol-Mercúrio-Terra).
O menor planeta do Sistema Solar volta a se observado no final do mês, no céu da madrugada na órbita dos planetas, sendo observado em outubro.
No dia 9 de maio de 2016, Mercúrio deu o show ao passar na frente do Sol no raro Trânsito Solar. Por causa das órbitas elípticas dos planetas e suas elongações não é sempre que isto acontece.

 

 


15 de setembro – Quinta-feira.
Lua muito próxima de Netuno.
Netuno não é visível a olho nú, o último planeta do sistema solar está com magnitude +7,8.
Com uma luneta e telescópio acima de 110 mm é possível observar um pontinho azul, na imensidão do universo.
Os astros estarão separados por 2,2º no início da noite.

 

 

Será possível observar o “Coelhinho da Lua”, inclusive no final de semana.

 


16 de setembro – Sexta-feira.
Lua Cheia às 16:05 horas.
Eclipse Penumbral da Lua não visível a olho nú.

 

17 de setembro – Sábado.
Lua nasce do lado direito do famoso Quadrilátero de Pégaso, formado pelas estrelas Markab, Algenib, Alpheratz e Scheat.
A Lua estará 97% iluminada

 

 


18 de setembro – Domingo.
O brilhante planeta Vênus estará próximo da estrela binária Spica (Alpha Virginis), visível no anoitecer a leste.
Apesar de ser uma estrela binária ela não pode ser observada com telescópios amadores. A segunda estrela está a somente 150 milhões de km da estrela principal.
Esta distância equivale a distância média da Terra e do Sol.
 
Lua próxima do planeta Urano na constelação de Peixes, os astros nascem por volta das 20 horas
A Lua nasce 5º abaixo de Urano, não visível a olho nú, com magnitude +5,7.
A Lua estará a direita do famoso Quadrilátero de Pégaso, 92% iluminada.
Lua no perigeu (Mais próxima da Terra), distante 361,896 km da Terra.
Em outubro de 2016, começam as 3 Super Lua consecutivas (16 de Outubro, 14 de Novembro e 13 de Dezembro).
Em 14 de novembro de 2016 teremos a “Super” Super Lua do ano e de décadas, com o nosso satélite natural chegando a 356.598 km da Terra.

 

21 de setembro – Quarta-feira.
Lua 87% iluminada próxima do Aglomerado das Plêiades (M45) na constelação de Touro na madrugada.
Na última hora do dia 21, a Lua nasce próxima da estrela vermelha Aldebaran (Alpha Tauri) com magnitude +0,8.

 

 


22 de setembro – Quinta-feira.
Equinócio de primavera no hemisfério sul e de outono no hemisfério norte às 11:21hs no horário de Brasília.
É o dia de observar o nascer e por do Sol, com o Astro Rei nascendo exatamente no ponto cardeal leste e se pondo exatamente no ponto cardeal oeste.
Somente nos dias dos Equinócios (Primavera/Outono) é que isto acontece. 

 

 

 

23 de setembro – Sexta-feira.
No início da madrugada, a Lua 52% iluminada nasce na região da constelação de Orion.
Lua em Fase Minguante às 06:56hs.

Mercúrio volta a ficar visível no céu do final da madrugada na órbita dos planetas na constelação de Leão.
 

 

 

25 de setembro – Domingo.
Lua com luz cinérea surge no início da madrugada no limite das constelações de Gêmeos e Câncer.
Começa a terminar o espetáculo da Luz Zodiacal.

 

26 de setembro – Segunda-feira.
Júpiter em Conjunção Superior (Terra-Sol-Júpiter).
O maior planeta do Sistema Solar volta a ficar visível no céu das madrugadas no meio do mês de outubro.

 

 

Lua iluminada 20% estará próxima do Aglomerado do Presépio (M44) na constelação de Câncer.

 

27 de setembro – Terça-feira.
Lua iluminada 12% na constelação de Leão, acima da estrela múltipla Regulus (Alpha Leonis).
A estrela é uma das 4 estrelas reais da antiguidade e marcava o início da estação.

 

28 de setembro – Quarta-feira.
Lua iluminada 6% na constelação de Leão, abaixo da estrela Regulus (Alpha Leonis).
Mercúrio na máxima elongação, a 18º do Sol.
É o melhor momento para observar Mercúrio.

 

 


29 de setembro – Quinta-feira.
Lua com luz cinérea, iluminada 2% oculta Mercúrio na constelação de Leão assim que nasce no horizonte.
Vai ser muito difícil a observação deste fenômeno celeste !
 

 

30 de setembro – Sexta-feira.
Lua Nova às 21:11 horas.
Termina a histórica Missão Rosetta, com a tentativa de pouso da sonda no cometa 67P / Churyumov-Gerasimenko. No dia 5 de setembro a ESA anunciou que foi encontrado o local exato do pouso do lander Philae, com uma foto.
A Missão Rosetta termina depois de 12 anos. A Rosetta demorou 10 anos para chegar no cometa 67P / Churyumov-Gerasimenko.

 

 



Boas Observações no céu estrelado da primavera.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por Israel Mussi

Produtos relacionados com este assunto

0 Comentar para "Eventos Celestes Visíveis em Setembro 2016"

Escreva um comentário

Seu Nome:


Digite o código da caixa abaixo:

Seu Comentário:
Nota: HTML não está traduzida!