NOVO LOTE DE ENCOMENDAS A partir do dia 01 de agosto de 2018, será aberto um novo lote de encomendas de telescópios e montagens da marcas GSO e iOptron. 

Quanto custa um telescópio

Esta frequentemente é uma das perguntas mais feitas por quem se interessa pela astronomia e telescópios. No entanto ao procurar um telescópio para comprar não olhe apenas para o preço, porém se pergunte:
 
• O que eu realmente quero de um telescópio?
• Quanto dinheiro estou disposto a gastar?
 
Infelizmente algumas pessoas compram seu primeiro telescópio sem considerar estas perguntas e o resultado é que na maioria das vezes, o equipamento acaba ficando encostado num canto da casa, servido apenas como objeto de decoração. Portanto se você gosta de astronomia e quer observar o céu estrelado, mas ainda não sabe qual telescópio comprar ou até mesmo quanto custa um telescópio, considere os pontos abaixo:
 
COMECE COM BINÓCULOS
 
Se você não possui muito dinheiro ou inicialmente não quer investir muito em astronomia (digamos que R$300,00), opte por comprar um bom par de binóculos.  Os binóculos são sempre mais baratos e ficará surpreso de ver o quanto se pode observar do céu anoite com este equipamento. Existe uma série de binóculos, que são mais indicados para astronomia,  a exemplo:
 
- Binóculos - 7x50
- Binóculos - 10x50
- Binóculos - 9x63
- Binóculos - 15x63
- Binóculos - 15x70
- Binóculos - 20x80
- Binóculos - 25x100
 
Tenha sempre por base que o primeiro valor na definição (7x50, 10x50,....), se refere a capacidade de ampliação, que nos exemplos de bínoculos citados acima vão de 7x a 25x. Já o segudo valor na definição (7x50, 10x50,....) se refere a abertura ou tamanho da lente objetiva que é sempre medida em milímetros, portanto temos lentes que variam de 50mm a 100mm. Ter um par de binóculos de maior abertura, significa que ele capaz de captar mais luz especialmente de estrelas menos tênues no espaço. No entanto binóculos maiores tendem a ser mais pesados, sendo mais dificil segurá-los com firmeza nas mãos, requerindo sempre um suporte ou tripé apropriado para manter as imagens estabilizadas ao observar. 
 
NÃO COMPRE UM TELESCÓPIO COM BASE NO PODER DE AMPLIAÇÃO!

Se algum telescópio à venda tem bem estampado na caixa ou em um anúncio a mensagem, 650X ampliação, ou números ainda maiores, fique esperto! Porque? Mesmo os melhores telescópios do mundo, se limitam ao poder de ampliação de 50X – 75X por polegada (24.5mm). Com então é possível saber o poder de ampliação exato de um telescópio? Para isso, há uma formula de cálculo simples e muito útil, onde: 

(Diâmetro de abertura x 2) = Poder Limite de Ampliação

Para exemplificar: sabendo que um telescópio possui 60mm de abertura, logo temos:
 
60mm x 2 = 120X de ampliação 

Quando falamos no poder de ampliação ou magnitude de um telescópio significa que ele possui um poder limite para ampliação, em outras palavras é o máximo que o telescópio pode alcançar preservando a qualidade, contraste e brilho na imagem. 
Mas o que dizer se um telescópio que suporta apenas 120X, exigir um aumento de 200X? O resultado é que será claramente percetível o desfoque na imagem, em sua maioria revelando apenas uma imagem sem forma, sem brilho e sem qualquer nítida definição. Por isso jamais compre um telescópio se baseando apenas no poder de ampliação dele. Mas caso realmente este seja seu objetivo fará bem em considerar o ponto abaixo.
 
ABERTURA É O PRINCIPAL 
 
O diâmetro das lentes ou espelho do telescópio é o mais importante aspecto a ser considerado, no entanto não é o único atributo a ser observado, pois junto com a abertura vem a distância focal, que analisaremos apropriadamente no próximo tópico. 
 
Geralmente, tão quanto maior seja a abertura do telescópio, também será seu valor. Alguns dos telescópios mais comuns de grande abertura podem chegar a R$ 3500.00 reais, desde que ele seja um telescópio baseado em espelhos (modelo Newtoniano). No entanto se falarmos de telescópios refratores, que são aqueles baseados em lentes, o valor facilmente pode ultrapassar os 5 ou 10 mil reais. Logicamente são telescópios profissionais ou para quem possui boa experiência em manuseá-los, deixando de ser apenas um passa tempo corriqueiro, mas de fato, se tornando um hobby levado a sério por muitos amantes da astronomia. 
 
Significa isso que devemos descartar os telescópios de menor abertura? De forma alguma! Os telescópios mesmo de pequena abertura, são também bastante úteis nas observações e no apredizado. 
Para entender melhor como os telescópios são categorizados, tome por base que há uma diferença entre os refratores e os refletores. E neste caso podemos incluir também os modelos catadióptricos que funcionam de certa forma como os refratores, portanto temos:
 
Telescópios Refratores/Catadióptricos – São telescópios que utilizam lentes para convergir a luz captada.
 
- Até 60mm – pequena abertura
- 70mm a 90mm – abertura mediana
- 100mm ou maior – grande abertura
 
Telescópios Refletores – São telescópios que utilizam espelhos para refletir a luz captada.
 
- até 100mm/115mm – pequena abertura
- 130mm a 150mm – abertura mediana
- 200mm ou maior – grande abertura
 
DISTÂNCIA FOCAL
 
Esta expressão é utilizada para definir a distância que a luz percorre através de uma lente ou espelho até se formar um ponto focal. Alguns telescópios apresentam distâncias focais diferentes, alguns com 750mm, ou ainda com 1200mm e outros com 1500mm. Saber esta distância é importante para determinar quanto de magnitude uma determinada ocular pode lhe proporcinar, simplesmente dividindo o valor da distância focal do telescopio pelo valor da distância focal da ocular.
 
Por exemplo: se você possui um telescópio com distância focal de 900mm e também uma ocular 20mm e deseja saber quanto esta ocular de 20mm lhe dará de ampliação, então basta usar a formula:

Distância Focal (telescópio) ÷ distância focal (ocular) = Ampliação  
900mm÷20mm = 45X
 
Portanto, ao usar uma ocular de 20mm num telescópio com 900mm de distância focal, terá um resultado de 45X de ampliação.
 
Porém, em muitos anúncios de telescópios a distância focal ou até abertura não estão claramente expressos, sendo apenas definidos por F/5, F/6 ... F/15. Ao usar este valor em “F” está sendo definido a Razão Focal do telescópio e com ele podemos saber a distância focal em milímetros ou a abertura de um telescópio.
 
Existem duas formulas que fazem esta definição, consideremos elas então:
 
1ª Situação Você quer saber a abertura de um telescópio, onde consta apenas a informação 900 F/15. 
 
Sabendo então que 900 se refere a distância focal, temos:
900mm÷F/15 = 60mm 
 
Portanto 60mm seria a abertura deste telescópio. 
 
2ª Situação – Você quer saber a distância focal de um telescópio, onde consta apenas a informação 60 F/15.
 
Sabendo então que 60 se refere a abertura, temos:
60mm x F/15 = 900mm
 
Portanto 900mm é a distância focal deste telescópio. 
 
Como vimos os telescópios também são classificados em números de “F”. A razão focal simplesmente determina também a resposta ou velocidade do telescópio. Aqui entra a parte mais importante de saber e conhecer a distância focal ou razão focal de um equipamento. 
 
É determinado que telescópios com número “F”, ou seja, razão focal menor sejam mais rápidos. Como assim? 
 
Telescópio com razão focal rápida (F/3 a F/5), possui menos poder de magnitude, amplo campo de visão, presença acentuada de aberração cromática e usualmente brilho nas imagens. Por causa destas características, maior brilho e amplo campo de visão, telescópios com razão focal menor são mais indicados a observação de céu profundo ou DSO’s (siga em inglês para Deep Sky Objects), produzindo imagens de grande campo fascinantes.
 
Já os telescópios com razão focal maior (F/6 a F/15) ocorre uma diferença. Eles produzem alto poder de ampliação, aumentam a nitidez, contraste nas imagens e revelam finos detalhes de superfícies planetárias. Por isso, os telescópios mais lentos ou com razão focal maior, são os mais indicados para observação lunar, planetária e de estrelas duplas.
 
 
No próximo artigo iremos analisar o que se pode esperar ver com um telescópio, veja: Quanto custa um telescópio - 2ª parte

3 Comentar para "Quanto custa um telescópio"

Niwerton Em 15 Sep 2017
Parabéns pelo artigo. Neste, consegui entender melhor o que é distância focal, abertura, razão focal, etc. Responder este comentário
Milton Em 02 Oct 2014
Já tinha lido bastante sobre esse assunto em outros lugares na internet. Porém este artigo foi o que deu a melhor definição das características entre telescópios rápidos e lentos. Obrigado! Responder este comentário
André Em 16 Sep 2014
Texto de fácil leitura, dinâmico e com excelente conteúdo explicativo! Responder este comentário

Escreva um comentário

Seu Nome:


Digite o código da caixa abaixo:

Seu Comentário:
Nota: HTML não está traduzida!